Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2018

Tenho saudades de namorar

Crónica de 11 / 11 / 2014

Tenho saudades de namorar. Saudads do frenesim que sentia na barriga nos tempos em que saia de manhã de saltos altos só porque ia a um concerto com o M. à noite. Nestes dias, não podia faltar na minha mala batom, lápis dos olhos, escova de dentes e toalhetes para refrescar todas as partes do corpo. Ah, e nunca tinha um pelo fora do sítio **

Porque me lembrei destes momentos? Porque no hotel onde estamos, 90% das mulheres está de saltos altos agulha, vestidos que lhes prometem esvoaçar à la Marylin Monroe, maquilhagem de casamento e, obviamente, sem carrinhos de bebé. Esta junção de factores aponta obrigatoriamente para uma disponibilidade e vontade de se quitarem. Porque eu vontade até tenho, tempo é que nem vê-lo.

Mas não me interpretem mal, eu maquilho-me todos os dias e quando a obstreta perguntou se eu tinha dúvidas sobre o parto, eu perguntei se me podia maquilhar depois da Clara nascer pois ela nasceu no pico do inverno e eu não queria receber pessoas esverdeada e com cara de ter sido atropelada por um camião. Feliz, mas atropelada.

Agora, confesso que apesar de ter saudades de ter mais tempo para o frenesim com a minha vida romântica, também reparo que quando olho à minha volta, com a minha roupa de 2 dias e maquilhagem de 3, jeans sujas, umas birken, e uma T-shirt larga da Clara puxar, eu tenho uma tranquilidade que não vejo nestas pessoas.

Isto porque quando precisamos dos saltos e vestidos e cabelos e unhas e, e, e, estamos à mercê dos saltos maiores, vestidos mais curtos e cabelos mais compridos. E temos de andar com produção de casamento num restaurante de praia que grelha a comida para cima do nosso belo cabelo.

E hoje em dia, para azar ou não do M., ele sabe exactamente como eu acordo e como me deito. E talvez, agora sim, namorar seja um desafio **

Mais Crónicas:

-->