Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2018

Como fazer um bebé

Crónica de 18 / 11 / 2014

Se quisermos fazer um bolo de laranja, vamos a um livro de receitas.

Se quisermos saber que barulho tem o nosso carro, ligamos ao mecânico.

E para sabermos o nome de um peixe que vimos no National Geographic, vamos ao Google, onde aliás podemos ir para tudo.

Mas onde vamos para saber sobre a maternidade? Quer dizer, para além da informação mais científica e pediátrica?

Na maternidade, qualquer semelhança entre a teoria e a prática é pura coincidência. A somar que as teorias são tantas que não há google que resista.

Criam-se inúmeros grupos de Facebook à procura de vozes semelhantes. E a diferença é muitas vezes tratada como uma verdadeira caça à bruxa: o quê?! Não amamentou?!! Má mãe! O quê?! Não faz a sopa do seu bebé?! Má mãe! quê?! Dorme com o bebé?! Má mãe! O quê?! Nunca saiu sozinha desde que o bebé nasceu?! Má mãe!

Não existe google que nos ajude. Mas existe de alguma forma uma fonte de certezas e indignações para algumas vozes persecutórias que falam com a assertividade de um doutorado.

Eu pessoalmente dou por mim inúmeras vezes cheia de incertezas, a querer um google, bíblia ou biblioteca que me ajude. (Darei colo a mais? Darei comida a mais? E água? Faz todo o sono que precisa e como precisa? Devia deixar chorar?) Mas tenho a certeza que se partilhar as minhas dúvidas mais rapidamente sou alvejada em praça pública que ajudada.

Mas uma coisa os últimos tempos me têm mostrado: a natureza não precisa de google. E por isso quando voltei do hospital a minha filha já não precisava de colo para adormecer. E quando fomos ao teatro, sem ninguém lhe pedir, bateu palmas pela primeira vez.

Tal como a natureza encontra o seu próprio caminho, também eu como mãe tenho encontrado o meu quando menos espero.

E acho que todos nós, mães e não mães, devemos ser mais natureza e menos google. Até porque o Google ainda não consegue fazer bebés.

Como fazer um bebé

Mais Crónicas:

-->