Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2017

Fazes hoje um ano.

Crónica de 21 / 01 / 2015

Fazes hoje um ano minha bebé.

E hoje posso finamente dizer-te que não estava preparada para tudo o que ser tua mãe significa.
Começo por te poder dizer que não estava preparada a tua mala: não tinhas roupa para vestir quando nasceste. Rimo-nos muito, eu e o teu pai, porque as tuas primeiras roupas estavam todas enroladas para não sobrarem, tinham cores múltiplas e discordantes porque não tínhamos feito conjuntos, e, por tudo isto, tu parecias mais um boneco de desenhos animados do que uma menina por quem os pais tinham esperado 9 meses.
Eu não estava preparada para te empurrar para fora de mim. “faça força, faça força!” Diziam elas. Está bem abelha! Tiveste de sair a ferros que eu não conseguia.
Não tínhamos escolhido o teu nome, 2 dias depois de nasceres. Tínhamos alguns em mente, especialmente discutidos com afinco pelas enfermeiras para me distrair do trabalho de parto. Mas nada nos motivou. Não estávamos preparados para escolher o teu nome. Até que 2 dias depois de nasceres a médica que te fez nascer veio dar-nos um sermão pois eras tratada pelo hospital como “bebé X”.
O meu corpo não estava preparado para te alimentar. E 4 dias depois de nasceres, berravas a pulmões abertos de fome. E eu não estava também ainda preparada para te compreender, pois não percebi logo que tinhas fome.
Mas, um ano depois, com roupa digna de uma bebé, com apetite digno de um elefante, e a vontade de permanente malandragem digna de uma palhacita de circo, consigo olhar para atrás e ver.
Ver que eu não estava pronta para te receber. Mas o meu coração estava à uma vida inteira à tua espera. 
Primeira foto da Clara

Mais Crónicas:

-->