Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2018

Sobre a desigualdade

Crónica de 01 / 02 / 2015

Há uns tempos falei aqui sobre a desigualdade, retratada pela iniciativa Maria Capaz.

Foi a minha opinião na altura, que não tendo nada contra, achava que desigualdade era outra coisa. Algo maior que o nosso quintal. Algo não possível de ser retratado por um grupo de figuras públicas.
Hoje estava na praia quando vejo que estão pescadores na praia. Olho melhor, e são todos mulheres. 
Nesta zona em particular, são as mulheres que fazem a pesca de rede de arrasto. Os homens pescam nos barcos.
As mulheres vão para a praia no início da maré baixa. Metem as redes. E puxam o que vier durante as horas que conseguem estar dentro de água. Umas quantas.
Ora, não havendo aqui creches, infantários ou qualquer outro serviço onde deixar as crianças no horário de expediente, e tendo todas as pessoas numa família uma função, os bebés não têm outro lugar onde ficar se não com as mães. No mar.
Como mãe é impossível não ficar tremendamente tocada pela desigualdade que existe no mundo entre estas crianças e as do sítio de onde venho. Estas mulheres sem opção de escolha e as mulheres com bastante mais escolha de um país que não está bem, mas está melhor. Pelo menos para as mulheres. 
É isto para mim a desigualdade que devia ser combatida. A que é maior do que vemos do nosso quintal. 
Apraz-me, como mãe, saber que um bebé só quer uma coisa: estar perto da sua mãe. E portanto mesmo passando dias no meio do mar, às costas das suas mães, estes bebés estão, de alguma forma, ironicamente no melhor sítio onde podiam estar. O que, infelizmente, não acontece com muitos dos bebés nas sociedades ditas avançadas.
Mulher à pesca em Moçambique

Mais Crónicas:

-->