Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2018

O Dia da Criança não é quando um homem quer

Crónica de 01 / 06 / 2015

Fomos passar o Dia da Criança no orfanato que existe aqui perto, na Catembe e entregar os brinquedos que tinhamos trazido da Science4You.

O orfanato Tiberiades de Catembe parte de um projecto de missionárias católicas tem também uma escola para apoiar estas crianças, onde decorreu a festa.

Qualquer pessoa que conheça África, sabe que, aqui, as crianças são, tal como os idosos, bastante respeitados.

Lá fomos nós então.

Os olhos, a alma, o coração e a cabeça não param de absorver coisas. Não param de processar informação, de tão diferente que é. De tão importante que é. Vou deixa-la aqui, tal qual a registei:

  1. A escola estava decorada com balões, fitas, e cartões da Barbie que faziam esquecer estarmos num orfanato.

orfanato tiberiades catembe

  1. As crianças envergavam t-shirts feitas especialmente para elas. Mas algumas tinham erros ortográficos que seria bizarro de ver em qualquer outro país.

  2. Cantavam e dançavam alegremente e tinham coreografias feitas por classes, que desempenhavam orgulhosamente.

orfanato tiberiades catembe orfanato tiberiades catembe

  1. Havia bolos, salgados e outra comida. Que se percebia bem não estarem lá todos os dias, naquela cozinha modesta.

  2. As crianças que não tinham t-shirts, tinham as suas roupas de festa. Roupas que já tinham feito e vivido muitas festas, provavelmente noutros continentes e casas.

  3. Estavam lá bebés. Que choravam. Não existiam nem existem colos adultos suficientes. Na escola, orfanato ou na vida destas crianças. Percebe-se bem. Pois são as outras crianças, com 3 ou 4 anos que as embalam enquanto elas choram.

  4. Os dormitórios têm muitas camas. Pequenas mas limpas. E todos os lençóis têm temas infantis. Sei que as camas são pequenas porque está apenas uma criança a dormir, e percebo que apesar de pequena já ocupa a cama toda.

orfanato tiberiades catembe

  1. Têm também pinturas na parede que devolve ao quarto apinhado o sentimento infantil que se perde ao viver num dormitório.

  2. Abstrai-me da musica alta e começo a olhar à minha volta: este local soma um número infinito e injusto de histórias tristes. Mas este local é tudo menos triste. É orgulhoso de acolher. É alegre nas mensagens. E é dedicado às crianças, mesmo que seja claro que nem sempre têm as condições ideais.

orfanato tiberiades catembe

  1. O Dia da Criança, onde as crianças dançaram, comeram bolo, vestiram roupas de festa – mesmo que de festas de outrora -, não acontece todos os dias. Não aqui.

  2. Eu sei que de onde venho e onde cresci, o Dia da Criança é mais um dia como qualquer outro, provavelmente com uma prenda extra. Mas não aqui. Aqui o Dia da criança não é quando um homem quer.

  3. E por isso hoje, especialmente hoje, e somente hoje, eu desejo que estas crianças possam ter este Dia para sempre.

orfanato tiberiades catembe

Mais Crónicas:

-->