Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2018

Quem ganha quando a mãe fica em casa?

Crónica de 05 / 06 / 2015

Estavámos hoje a almoçar com os amigos quando alguém diz “que sorte têm ambas de estares em casa com ela!”

De uma forma ou de outra, isto é o que toda a gente pensa: “sorte a tua que ficas em casa sem ter de trabalhar!”

Ora uma das vantagens de estar em casa é ter tempo. E este tempo permite-me pensar com alguma atenção e detalhe nas coisas:

“Na verdade a sorte é mais dela que minha” disse.

Olharam-me incrédulas.

Mas esta é a dura verdade que poucas pessoas aceitam.

A verdade é que ficar em casa é duro. Na auto-estima. Na carreira. No aspecto. Eventualmente, no futuro.

A auto-estima provem de várias fontes. Mas certamente vem de nos arranjarmos de manhã, com mais ou menos nódoas na roupa, irmos trabalhar com bom aspecto, termos um emprego onde somos reconhecidas e pagas por isso.

Ficar em casa é não te arranjares. Não teres trabalho ou carreira. Não receberes dinheiro no final do M~es mesmo que te queixes do teu chefe. Não seres reconhecida pelo teu trabalho. Não teres bom aspecto de manhã e muito menos ao final do dia.

Mas tens na mesma responsabilidades. E sabes que um dia, quando ela for para a escola e a vida dela começar verdadeiramente, deste-lhe todas as bases para começar. Mas tu estarás nesse momento também  a precisar de recomeçar.

Como dizia um amigo no outro dia: “tu estás lixada, tu não tens opções na vida.”

É verdade. Se eu quiser mudar de vida não posso. Não tenho muitas opções.

Mas espero que com isso a minha filha tenha muitas mais.

Mais Crónicas:

-->