Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2018

1001 maneiras da mãe impor o respeito

Crónica de 02 / 09 / 2015

Lembro-me como se fosse hoje da consulta dos 12 meses:

“Parabéns, a Clara é uma menina muito saudável. Mas até aqui a tarefa é fácil. Até aqui foi só cuidar. A partir de agora é preciso educar.”

Educar???? pensei. Então mas isto não vai ser só dizer-lhe o que pode e não pode fazer?

Riam-se, riam-se da ingenuidade da menina!

Até que dou por mim num jardim a correr atrás dela, que insiste em fugir. Em ter que lhe dar 1 palmada e 2 na fralda, tão boas ou tão pouco que só a fazem rir. E ai pensei: pimba, já fui.

Então desde aí que tem sido uma luta (só comigo, obviamente) para descobrir maneiras de impor a (suposta) autoridade da mãe. Eis as que tenho tentado. Estejam à vontade para partilhar outras!

  1. tau-tau na fralda. Esforço emocional da minha parte: 100%. Taxa de sucesso: 0%

1331738935078_4833447

  1. levantar o tom de voz (também conhecido como gritar). Esforço emocional da minha parte: 0%. Taxa de sucesso: 50% (ou seja, nem sempre…)

MjAxMi1jNTg2MjI1YWI5YjNkOGVm

  1. Ignorar completamente a provocação. Esforço emocional da minha parte: 200% Satisfação pessoal no fim: 200%. Taxa de sucesso: 50%

f9b94c61e7bf0adcc639728eee1f5f33

De facto, eu gostava de ser a mãe que se impõe sempre sem ter de levantar a mão, a voz, ou qualquer outro elemento que acciona de imediato frases que envolvem a expressão “protecção de menores”. (A propósito disto, imperdível este artigo na Up to Lisbon Kids)

Mas, não sei se devido ao avançado da hora ou ao gim tónico das 19H, esto é o meu pensamento mais profundo à data:

harried-mom

Mais Crónicas:

-->