Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2017

CRÓNICA DE PAI E MÃE: trabalho da mãe, hobby do pai ?

Crónica de 06 / 10 / 2015

CRÓNICA DA MÃE:

Tinha uma amiga há uns anos que, sendo do género de andar sempre muito arranjada, dizia do seu namorado (agora leiam com sotaque açoreano pois ela é açoreana): “ó amor, eu até te passava a camisa a ferro mas eu nam sei!” E acham que foi aprender? NUNCA! Foi das mulheres mais inteligentes que conheci até hoje: quem não sabe, não tem que fazer!

Porque começo por aqui: porque acho que este tema só existe por culpa nossa: “não, deixa que eu mudo a fralda!” “não, deixa estar que eu levanto-me!” “sim, não te preocupes que eu faço o jantar apesar de não tomar banho há 2 dias e fazer a depilação do buço há 3 meses!”

Se eu fosse gajo diria: “Temos a mania!”

Não é por mal, claro. A verdade é que fazemos tudo melhor e mais rápido que os homens.

Por exemplo, 5 minutos :

– na vida de uma mãe: toma banho. veste roupa (até lavada). bota um rimel. Muda fralda. veste roupa (praticamente) lavada à cria. Confirma que tem: chucha, biberão, fraldas, toalhetes, casacos caso arrefeça e mudas caso alguém se suje. Calça sapatos. Vê se tem mala, chaves e telemóvel carregado. Pega na cria (pesada) ao colo. E pergunta: vamos?

– na vida de um pai: se tomar banho, já não muda fralda. Se mudar fralda, é bom que alguém lhe ponha a roupa que é para vestir ali ao lado. Se tomar banho, mudar fralda e escolher a roupa da cria, é porque alguém o enganou a acreditar que tinha de sair de casa ao meio dia quando afinal era só as 4 da tarde.

Mas quem deixa esta falta de jeito tornar-se hábito? Nós.
Quem quer fazer sempre tudo? Nós.
Quem se chateia sempre mais com esta merda toda: Nós.

Voltemos ao inicio: quem não sabe não tem de fazer. Não se esqueçam :)

CRÓNICA DO PAI:

Já dizia “o outro”: “Faça o que goste e nunca mais trabalhe…”
Não sei bem porque me lembrei de começar assim mas a verdade é que faz algum sentido…

Levar e trazer os pequenos da escola dá o seu trabalho, assim como fazer sopas, máquinas de roupa só deles, mudar fraldas, arrumar TODOS os dias uma quantidade infinita de brinquedos espalhados pela sala, papas, leites, banhos, mais máquinas de roupa só deles, brincadeiras, passeios, fazer malas, ainda mais máquinas de roupa só deles, etc.

Claro que tudo isto dá imenso trabalho, mas quem é que no seu perfeito juízo não faz isto tudo com o maior gosto?!

Aqui em casa tentamos sempre repartir as “contas” pelos dois (e acreditem que deve andar muito próximo do 50-50) e mesmo assim esta questão persiste em vir à “baila” e sempre com o mesmo argumento… Parece que, como nós os Homens conseguimos fazer tudo com um sorriso na cara, é porque não fazemos nada (ou fazemos menos…) e, portanto, não nos custará minimamente fazer mais qualquer coisinha…

Que lógica esta…

Claro que o Homem pode sempre contra-argumentar, defendendo-se com unhas e dentes e comprovando a sua essencial participação nas tarefas diárias que tão harmonioso equilíbrio traz à relação… Argumento este que cai de imediato por terra assim que a Mamã salienta que no mês passado teve que apanhar por DUAS vezes a toalha que ficou caída no chão… grrrrrrrrrrrrrr

Depois é como em tudo na vida, que de tanto ser dito, vira verdade… E quem é o culpado??? O Homem, pois claro… Quem mais poderia ser?! “Aquele inútil” !

Esta ideia de que para a mamã é trabalho e para nós (os inúteis) é hobby, é fruto disto mesmo… Mas a culpa é nossa (agora sim, é mesmo…) que lá bem a meio da discussão percebemos o quão parva realmente é e lá vamos pendurar a toalha só para acabar com a coisa…

Há cenas que nunca mudam, mas vale a pena tentar por isso, a todas as mulheres que teimam em não querer perceber os Homens, façam-nos um favor: Copiem este link e sorriam! https://www.youtube.com/watch?v=WlBiLNN1NhQ

Mais Crónicas:

-->