Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2017

O Dia da Mulher. Com um Homem. Que não é o meu.

Crónica de 08 / 03 / 2016

Hoje era dia de crónica de um Taco de Basebol Forrado a Naperon, quando escrevo a meias com o Fernando.

Fizemos ponto de situação por volta das 19 quando o Fernando me diz que está cheio de trabalho. E que não sabe a que horas consegue escrever a crónica dele, pois terá ainda de ir para casa, onde tem a família à espera para jantar e tem de ajudar na cozinha.

Eu conheci o Fernando online e só o conheço daqui. Conheci-o por sugestão da Carla, leitora das Crónicas, quando andava à procura de um novo parceiro de crónicas.

Somos uma equipa de, no fundo, colegas: escrevemos juntos uma vez por semana. Mas, com o tempo, transformado-nos em amigos e, para além da tela do ecrã, debatemos os temas de que falamos, alguns de que acabamos por não falar, e acabámos por nos tornar irmãos.

Ora hoje, o chamado Dia da Mulher, era um dia que podia ter escolhido escrever sem ele.

Mas nenhuma Mulher existe sem um Homem. Seja o seu pai, companheiro, marido, colega ou co-escritor.

E neste dia foi o Fernando que esteve bem: a família vem sempre antes da blogosfera.

E gosto mais dele por isso.

E acho que ser mulher é, também, ser isto: saber dividir. Partilhar. Esperar. Saber ser metade de uma equipa. Seja família, pais, amigos, filhos ou, ate mesmo, co-escritores-amigos-irmãos.

A crónica de hoje sai amanhã. Para podermos escrever juntos. Em equipa. Que somos. De Mulher e Homem. Que não somos.

Porque a vida é mais que a blogosfera. Mas é bonito ter encontrado aqui alguém que acrescenta algo à minha vida.

Neste caso, posso-vos dizer que, como mulher, aprendi com este homem, pai de 4 crianças, uma coisa muito importante: mais que ser homem ou mulher, ser parte de uma equipa é o que nos enriquece.

Até amanhã. Com a Patricia e o Fernando.

Mais Crónicas:

-->