Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2017

E os canalhas? Será que vestem Prada?

Crónica de 15 / 11 / 2016

Conheci a S. logo no início do blog: estava grávida e delirante de felicidade: o terceiro filho, com alguma diferença de idade dos manos mais velhos, vinha completar a família.

O G. tem pouca diferença da Clara e a S. é uma mãe, uma mulher, e uma esposa babada.

Primeiro foi o marido que foi despedido. Mas, por coincidência, nessa altura foi-lhe oferecida uma proposta irrecusável: mais responsabilidade mas mais direitos: valia a pena deixar o lugar, seguro, que tinha onde estava e avançar!

Há uns meses começam a sugerir que talvez não renovem o contrato.

"Mas como?" Mas... mas havia essa hipótese?! Ela não foi posta em cima da mesa!!!

Com 3 filhos, o marido desempregado, a S. recebeu ontem a carta que não renova o seu contrato. O único que assegura que a sua família coma.

Nem sei por onde começar... Eu própria, Patrícia, já fui umas quantas vezes atropelada por estes canalhas do capitalismo, estas amostras de seres humanos que, escudando-se atrás do que chamam "lucro" justificam ao mundo e a si próprios as decisões que tomam e que afectam profundamente as pessoas.

Eu própria, Patricia, fechei a minha empresa assim: depois de um ano a ouvir falsas promessas e a investir numa falsa ideia.

Eu propria, Patricia, não sei como se dorme bem à noite quando se age assim, de má fé, e sem deixar rede a famílias inteiras.

"Imaginar é um cenário a concretização é um comboio que nos passa por cima." dizia-me a S. hoje de manhã.

S. não te posso dizer que o mundo se auto-corrige. Mas posso dizer-te que tu, mulher, mãe, esposa feliz e com uma garra infinita, tens o que é preciso para dar a volta a esta situação.

E comboio? Comboio desejo que passe mesmo é em cima das pessoas que, vergonhosa e declaradamente, te enganaram.

E se não for um comboio que seja ao menos um pombo. Cheio de diarreia.

Mais Crónicas:

-->