Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2017

Paris je t'aime. Clara je t'aimes plus.

Crónica de 01 / 12 / 2016

Adoro viajar. Sempre adorei.

E adorei ir a Paris, seria impossível não amar uma viagem na altura do Natal, a uma cidade tão linda, e ainda por cima apanhar sol <3

Se é fácil ir sozinha com uma filha? Não.
Se ela podia ter ficado cá? Obviamente.
Se era muito mais fácil estar sozinha a passear em Paris? Mil vezes!

Mas, para mim, as pessoas dividem-se em duas: as que olham para trás e veem uma infância. E as que olham para trás e veem uma infância onde sentiram falta dos pais.

Não vale a pena sequer discutir com as pessoas que não sentiram falta dos pais: a perspectiva será sempre incomparável.

Nós, os outros, que sentimos falta ou saudades não queremos passar isso aos nossos filhos.

E, por isso, com todas as dificuldades inerentes a viajar sozinha com uma criança, a trabalho, fomos as duas.

Deus protege os audazes, já dizia alguém. Não sei se o mundo protege mas sei que os amigos sim: e os amigos apoiaram-me, ajudaram-me e fartaram-se de carregar carrinhos de bebé :)

Talvez o que o mundo faça seja dar aos audazes os amigos certos.

Nunca sabemos se estamos ou não a fazer o certo para os nossos filhos. Mas sabemos que estamos pelo menos a tentar. Eu sei que estou.

E, quando hoje de manhã, a Clara disse: "mamã, obrigada por andarmos de avião." eu sei que, um dia mais tarde, quando ela for mãe, vai fazer com a sua filha o que gostou de fazer comigo.

E, assim, esta família há-de continuar a viajar. Junta. Entre si e entre amigos. Até onde a audácia e o amor nos levarem <3

Mais Crónicas:

-->