Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2017

Ser o teu chão

Crónica de 29 / 12 / 2016

Sou o teu chão para que saibas sempre onde pisar.
Sou o teu chão para que o chão nunca te falhe.
Ser mãe impede-me de voar.
Não posso voar sem saber onde estás...
Porque sou o teu chão, o passo seguro que ainda não sabes se vais dar.

Sou o teu chão. E sou o teu tecto. Para que nunca te faltem as linhas rectas.
Sou o teu chão. E sou o teu tecto. Para que tu possas voar. Sem linhas...

Ser o teu chão não é fácil para as minhas lágrimas.
Sabes filhota, eu não sou de ferro. Eu, às vezes, não tenho chão.
Mas sou o teu.
Esperando que as minhas lágrimas reguem as sementes que se escondem atrás de um chão que parece duro.

Mas não é.
É só o teu chão. Cheio de sementes. De flores por nascer.
De um mundo por brotar.

Mais Crónicas:

-->