Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2017

Oh não! Mais um post sobre resoluções de Ano Novo!

Crónica de 02 / 01 / 2017

Pois é, mais um post sobre resoluções de Ano Novo! Blargh! Ca nojo! Como é possível?!

O Ano Novo é apenas um dia. igual aos 365 que lhe antecederam. E aos 364 que lhe vão seguir. É um dia no calendário, como outro qualquer.

Mas é um dia que nos inspira, a ser melhor, a fazer diferente. E só por isso vale a pena ser repetitiva e tentar escrever 12 coisas que gostaria de fazer diferente nos próximos 12 meses:

1: SABOREAR O TEMPO - a falta de tempo é a maior entrave à felicidade. "Olha esta nem trabalha e ainda quer mais tempo?! Ter tempo é um estado mental de não estar sempre à espera do que se segue. Pode ser descongelar o jantar ó pessoas amargas!!

2: ESTAR OFFLINE - a internet dá-nos uma falsa sensação de preenchimento. Ver emails de 5 em 5 minutos? Ver quantos gostos tivemos e que fotos a amiga pôs? Tudo uma falsa sensação de vida preenchida. Além de que aquela foto ter tanto a ver com a realidade como achar que ir à praia em Agosto é relaxante.

2: ESTAR ONLINE - quero continuar a escrever diariamente. Quero fugir aos temas fáceis escrever apenas sobre temas pertinentes. Quero continuar aqui convosco <3 (ok conto convosco para isto tá? :p)

4: INSPIRA, EXPIRA, NÃO PIRA - não se preocupem que não pretendo virar a Gandhi tuga nem passar a cheirar a incenso. Mas quero ter mais paciência. Ter paciência não muda nada. Mas escusamos de ter ar de quem está sempre à beira de um AVC.

5: SAÚDINHA - sempre disse uma amiga: Deus perdoa mas a idade não. Quero ter saúde. Transbordar de saúde. Para que possa dar alguma a quem precisar... ou ter força para os ajudar.

6: MOCHILAR - não é novidade para ninguém que gosto de viajar. Quero continuar a fazê-lo, a mostrar mundo à minha filha, a conhecer mundo. A apostar em ter riqueza dentro de mim. E fora, apenas uma mochila.

7: MÃE PERFEITA - já percebi que está tudo no tom de voz: a mãe perfeita não levanta a voz. Fala doce e calmamente. Não se irrita, ou, pelo menos, quer dizer, não o demonstra... mesmo que esteja a espumar por dentro. Algum curso de colocação de voz por aí? :)

8: MÃE IMPERFEITA - em tudo o resto que não seja a colocação de voz, quero aceitar as minhas imperfeições. Quero aceitar-me a mim, como sou. Viver sem culpas talvez seja o sonho milenar de toda a mulher. O primeiro passo é aceitar que a perfeição não existe. Só em blogs :p

9: CAPITALIZAR - li algures que as mulheres acabam sempre em lugares onde ganham menos porque não sabem negociar. Sinto, cada vez mais, que isso é verdade. Quero aprender a capitalizar-me, a transformar em dinheiro o que gosto de mais fazer na vida: transformar vidas.

10: AMAR - será que é como andar de bicicleta? será que nunca nos esquecemos como se ama outro adulto? Amar será amar. E ser mãe é amar sempre. Mas não quero deixar de querer amar. Ser mulher, além de mãe. Sim, é algo importante relembrar...

11: APRENDER - quero aprender algo novo. Pode ser tricot, pode ser uma língua. Quero aprender algo. Quem não aprende cheira a mofo. E eu cá prefiro o cheiro a flores (não fosse o meu nome Patrícia Rosa! ;))

12: DESURBANIZAR - cada vez mais sinto que as cidades trazem consigo formas modernas de escravatura: há sempre algo, que não nós próprios, a roubar-nos a atenção, a fazer-nos sentir que estamos em falta. Quero desurbanizar. Quero me reconectar com a natureza. Ainda que mantendo sempre um restaurante cool por perto porque também não preciso de "flintstonizar":p

Mais Crónicas:

-->