Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2017

Não julgarás a mãe alheira

Crónica de 09 / 02 / 2017

(desculpem, a piada da alheira é incontornável :p)

Não julgarás a mãe que dorme com marido e quatro filhos na mesma cama.

Nem julgarás a mãe que dá de mamar a um puto cheio de dentes.

Não julgarás a mãe que dá bolachas à sua filha gorda.

Nem julgarás a mãe que deita a filha todos os dias rigorosamente à mesma hora.

Não julgarás a mãe que deixa o filho gritar e espernear no meio do supermercado.

Nem julgarás a mãe que coloca permanentemente as fotos da filha que achas horrorosa na internet.

Não julgarás a mãe que veste a filha como se fosse a um casamento todos os dias.

Nem julgarás a mãe que anda sempre desleixada mas o filho para ir por o filho em mais uma actividade escolar.

Não julgarás a mãe que põe o filho nas melhores escolas.

Nem julgarás a mãe que gritou com o filho mesmo ao teu lado na fila do banco.

Não julgarás a mãe que deixa o bebé numa ama para ir dançar.

Nem julgarás a mãe que trabalha todos os dias até às 22 porque gosta do que faz.

Não julgarás nenhuma mãe. Não julgarás ninguém.

Porquê?

Porque ela já se julga a si própria. Da mesma maneira que te julgas a ti quando ninguém vê.

Porque para julgar já chegamos nós próprios, e a vida.

E, especialmente, porque no julgamento final, o dia em que se puder finalmente julgar um filho feliz, a maioria alegria não é saber como lá chegámos. Mas sim o que ela fará com essa felicidade.

Por isso julguem menos. E comam mais alheira.

Mais Crónicas:

-->