Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2017

A Cinderela das Pediatras

Crónica de 27 / 02 / 2017

Fomos hoje à consulta dos 3 anos.

EU: "Dra Sofia apanhámos um susto tão grande em Moçambique!"

PEDIATRA: "Deve ter sido uma alergia, ela agora está óptima!"

EU: "As birras foram horríveis durante uns tempos..."

PEDIATRA: "Aos 3 anos as birras melhoram! E eles são muito mais negociáveis!"

EU: "Estou a pensar que já lhe devia ter tirado a chucha..."

PEDIATRA: "Ouviste Clara? Agora é só para dormir ok? Não se preocupe, até aos 4 anos não afecta a dentição definitiva."

EU: "Ela ganhou imenso peso entretanto..."

PEDIATRA: "Basta cortar nos doces e açúcar, eles com esta idade correm muito e gastam a energia."

EU: "De vez em quando não a consigo disciplinar apenas com voz de fada do lar..."

PEDIATRA: "É importante que eles saibam que quem manda é a mãe. E sim, às vezes é mesmo só porque somos mães, sem discussões ou grandes explicações."

PEDIATRA: "De uma forma geral, devem lembrar-se que ela está a crescer, que deve brincar muito e não são os brinquedos que a tornam autónoma, é mesmo só o acto de brincar. Recebo muitos pais preocupados em inscrever os filhos em actividades que estimulem o desenvolvimento das crianças. Muita coisa mudou no mundo, excepto o desenvolvimento das crianças: as crianças não precisam que brinquem por eles. Precisam de brincar, descobrir, explorar o mundo à sua volta. Essa parte, continua igual."

Fiquei com pena do coitado do príncipe da Cinderela que só tinha uma gata borralheira.

No que toca à pediatria, estes devem ser próximos do que somos como pessoas, e como mães.

Porque apesar do que muitas pessoas gostariam, não existem mães perfeitas. Porque não existe a fórmula mágica da educação.

Mas existem relações perfeitas de mãe/pediatra.

E eu sinto-me muito feliz por ter encontrado a minha Cinderela pediátrica! <3 :)

Mais Crónicas:

-->