Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2018

Vais viver para África com uma criança???

Crónica de 26 / 10 / 2017

Há muitas pessoas que acham que existe uma diferença gigante entre África e a Europa. E sim, claro que existe. Mas nem África é um país (existem 55 países em África) nem Portugal, apesar de muito em voga recentemente por questões turísticas, é um país mediano europeu.

Para que nos lembremos onde estamos e quem somos, aqui fica matéria que prefiro quase sempre esquecer, mas que é, na verdade, uma fotografia deste país chamado Portugal, no ano de 2017:

  1. Portugal bateu recorde no número de mortes em incêndios, e área ardida. Ardeu grande parte do país e morreram mais pessoas que em ataques terroristas. Em nenhum momento tivemos capacidade de resposta adequada. Portugal conta com 2 mil bombeiros profissionais e em Espanha há 20 mil. 90% dos bombeiros que combatem os fogos, em Portugal, são voluntários.

  2. Um juizes decreta que, segundo a bíblia, o adultério é uma chatice para o cornudo que fica então no direito de espancar a senhora sua esposa que o deixou nesta posição. Uma juíza assina e corrobora.

  3. Morre uma jovem com sarampo. Doença que havia sido erradicada há pelo menos 3 décadas no nosso país.

  4. É eleito para um cargo político uma pessoa que havia estado presa por roubar o estado. O Estado não tem leis que o impeçam de se voltar a candidatar.

  5. Aterra um avião numa praia cheia de gente e mata várias pessoas. Parece não haver legislação exacta sobre essa questão.

  6. As rendas das casas assumem valores que ninguém consegue ficar a viver nas cidades onde nasceu ou cresceu. Aparentemente, não fica bem ter vizinhos portugueses quando se vive em Portugal.

  7. Portugal está no grupo de países que pratica salários mínimos entre os 500 e 1.000 euros, juntamente com a Grécia (684 euros), Malta (720 euros), Espanha (757 euros) e a Eslovénia (791 euros), sendo o país desta categoria com a remuneração mínima mensal mais baixa. As rendas de casas talvez devam ser pagas com o corpinho, não sei.

  8. A Madonna vem viver para Portugal e entre raízes de cabelo notáveis e fotos sempre com a língua de fora, o que parece ter mais a dizer sobre Portugal é que é difícil viver cá. E que nem a alfândega lhe dá os seus pertences apesar dela ser a Madonna! (?!)

Não quero com isto dizer que tudo é mau. Apenas que, seguramente, nem tudo é bom. Temos um, longo caminho a percorrer. E não podemos nunca achar que já está tudo bem. Não está.

Claro que temos um excelente acesso à saúde, mas isso é especialmente válido nas cidades e não nas aldeias mais isoladas. Temos muita gente com ensino superior. Mas também muitas crianças que têm de ir a pé para a escola no inverno.

Temos um país muito diverso. Com realidades ainda mais diversas. Também em África existem países assim: diversos. Com realidades igualmente diversas.

Vai-se a ver e somos todos mais parecidos do que pensamos: todos temos um percurso a fazer para sermos países que tratam bem quem cá vive.

Mais Crónicas:

-->