Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2018

No futuro o que te assusta mais: a tristeza ou a solidão?

Crónica de 16 / 01 / 2018

No outro dia falava com uma amiga sobre o quão cansativo é ser mãe solteira.

Não tens medo de ficar sozinha? Pergunta-me a minha amiga.

Não tenho, não. Mas já tive. Tantos e tantos anos a fio que fui muitas vezes precipitada em deixar de estar sozinha.

O tempo que já levo de estar sozinha, especialmente como mãe, tem-me permitido pensar e reflectir. Nomeadamente no tempo que ainda tenho pela frente de continuar mais dedicada à tarefa de mãe que a outra.

Mas o tempo passa, e as crianças crescem. E se é certo que quando tiver mais tempo e disponibilidade, estarei mais velha e visualmente desinteressante, verdade maior que essa é que, mantendo eu todas as minhas capacidades, é nessa altura que posso viver todos os meus sonhos. Sozinha, se assim tiver de ser.

Porque de tudo o que possa sentir falta, do que menos sinto é de me sentir sozinha quando estava acompanhada, é de me sentir num vazio quando devia estar numa relação, é de me sentir coxa a correr numa maratona, a tentar estar sempre a correr a uma velocidade que não conseguia.

No futuro assusta-me muito mais a tristeza que a solidão. Assusta-me mais viver uma vida triste, diminuída e pouca realizada do que viver sozinha. Ou alguém acha que uma velha enxuta a beber um cola num cruzeiro pelas caraíbas se sentirá sozinha? ;)

Mais Crónicas:

-->