Crónicas das Maternidade

Thoughts, stories and ideas.

Autoria de Patrícia Costa
Todos os direitos reservados.
2018

Relembrar todos os dias: o melhor da vida, nasceu sempre de momentos de demência.

Crónica de 13 / 02 / 2018

Hoje de manhã, enquanto lavava os dentes, olhava-me ao espelho e pensava: no que é que eu me meti?!

Claro que sou um bocado tonta porque só eu para achar que mudar de casa e de país, trabalhar a tempo inteiro, ter uma filha na escola e tomar conta dela, de mim e da casa ia ser como mudar de cuecas.

Não só daquelas que lava os dentes muito tempo, mas foi o tempo suficiente para me lembrar de todas as vezes que pensei no que é que me meti?

Houve uma, que dizem que fiquei insuportável como um bicho, que fui operada ao prognatismo aos 17 anos e, quando acordei, nem queria acreditar nas dores que sentia e que ia ficar um mês sem comer.

Houve outra, quando decidi continuar em Londres para estudar o mestrado, e fiquei a viver numa casa onde não me dava com ninguém e me fazia sentir muito sozinha.

Houve ainda outra quando terminei com um namorado na noite de fim-de-ano o que fez com que aparecesse sozinha e numa lastima na festa de fim-de-ano tendo acabado por passar a meia noite a dormir.

Acrescentei esta, nestes dias de muito cansaço e muita tarefa, muito pensamento e muito processamento, alguma ansiedade e angustia por não conseguir controlar tudo, estar no meu melhor em tudo, ser mãe-profissional-e-dona-de-casa, ter um fato de carnaval pronto entanto faço relatórios, descongelar um frango caseiro e ir ao ginásio, montar uns legos e fazer uma reunião, me olhei ao espelho e pensei no que é que me meti?

Com os dentes já lavados, fui colocar um batom. Com um sorriso. É que pensar em todos estes momentos me relembrou que a todos estes momentos se seguiram momentos melhores. E que em nenhum deles deixei algo para trás importante: todos eles deram lugar a algo melhor.

Relembrar estes momentos relembrou-me que o melhor, nasceu sempre de momentos de quase demência. Pelo que estou mais que feliz pelo que ai vem :)

Mais Crónicas:

-->